Características do Conto

25 Set

 Extensão

     O Conto é, antes de mais nada, curto. Mesmo que alguns autores insistam que determinadas narrativas de longa duração sejam também contos por suas características estruturais, pode-se considerar que estes casos estão aí para confirmar a exceção da regra. Assim, o conto é curto.  E por que curto, conciso.  Não há tempo para se espalhar em grandes detalhes, em sutilezas que destoam de seus tempos, de seu necessário ritmo de leitura.  Um conto deve estar contido entre algumas palavras (no caso de micro contos) até um máximo de cinco a seis mil palavras.

     Linhas Dramáticas

     Enquanto que num romance podem haver várias linhas de desenvolvimento, como por exemplo, estórias secundárias acontecendo em volta da trama do protagonista, no caso do conto a trama é única. Não há a possibilidade da dispersão no desenvolvimento da estória, dado as características de concisão do conto.

     Tempo

     O conto não tem muito espaço para idas e vindas no tempo.  A utilização de recursos como o flash-back é rara,  permanecendo a narrativa quase sempre em uma única linha de encaminhamento temporal.

    Espaço

    Dada a curta extensão do conto, os seus cenários – e sua descrição, portanto! –  são restritos, podendo o autor os reduzir ao mínimo indispensável para a sua contextualização espacial. Esta pode até ser, em alguns casos, inexistente.

     Final enigmático

     Alguns escritores contemporâneos escrevem a narrativa sem um final, ou até mesmo sem um desenvolvimento flagrante.  Seus contos são mais contemplativos, mais um estado d’alma, às vezes sem nexo aparente. O mais comum, no entanto, é o conto com uma estrutura tradicional, com início, meio e fim. O final deve sempre ser uma surpresa, a resolução de um enigma, ou a inversão de uma situação que deveria seguir em direção oposta, ou que pareceria sem solução. O suspense deve ser mantido até o último parágrafo, quando, depois de prender o leitor através de toda a sua leitura, o escritor lhe fornece a catarse – a risada, o susto, a surpresa.

http://zip.net/bnhFLH

Por Shirley Maurina

2 Respostas to “Características do Conto”

  1. Liliane Fuzikava 23 de Outubro de 2012 às 20:35 #

    O conto se define, principalmente pela sua pequena extensão. Machado de Assis, Rubem Braga, Lima Barreto, Carlos Drummond de Andrade foram alguns dos grandes contistas brasileiros.

  2. Aline Möller 25 de Outubro de 2012 às 13:35 #

    Fiz uma pequena análise do conto, vejam se concordam:

    Extensão: Curto. Conciso. Não há grandes detalhes.

    Linhas Dramáticas: A trama é única. Não há a possibilidade da dispersão no desenvolvimento da estória, dado as características de concisão do conto.

    Tempo: Não tem muito espaço para idas e vindas no tempo. A narrativa permanece em uma única linha de encaminhamento temporal.

    Espaço: Dada a curta extensão do conto, os seus cenários e sua descrição, portanto são restritos, reduzidos ao mínimo indispensável para a sua contextualização espacial.

    Final enigmático: Não há um desenvolvimento flagrante. É mais contemplativo, mais um estado d’alma, sem nexo aparente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: